/
/
EPATV celebrou 25 anos – Bracarense arrebatou prémio de mérito escolar

EPATV celebrou 25 anos – Bracarense arrebatou prémio de mérito escolar

EPATV celebrou 25 anos - Bracarense arrebatou prémio de mérito escolar

A entrega de diplomas a 220 finalistas, 150 certificados de habilitações a 150 adultos, a apresentação de uma monografia, a inauguração de um painel de azulejos e de uma ExpoTécnica com projectos de empreendedorismo marcaram a celebração dos 25 anos de existência da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), em Vila Verde.

Neste dia 27 de Setembro, a jornada abriu cm uma manhã de convívio e música que envolveu todos os alunos e professores da Escola, mas os momentos altos foram a sessão solene, com  a presença do Secretário de Estado da Educação, João Costa, e o Jantar de gala de beneficiência em favor do Rancho Folclórico infantil de vila Verde, no Solar da Levada, em Amares.

No auditório repleto, estiveram autarcas, como os presidentes e vereadores de Câmaras Municipais de Vila Verde e de Terras de Bouro, representantes de empresas parceiras e convidados da Escola.

A sessão solene abriu com a entrega de diplomas de mérito aos melhores alunos dos Cursos Profissionais e CEF’s, sendo que na primeira categoria venceu uma jove de S. Vicente, Braga, Carolina Peixoto, com a nota final de 18,7 valores, no Curto Profissional de Técnico de Auxiliar de Saúde. Na segunda classe (8.º e 9.º anos) o prémio foi arrebatado por uma jovem de Parada de Gatim, Vila Verde, Letícia Dolores Mota, do curso de Assistente Administrativo.

A Filipe Lopes, antigo aluno da EPATV, coube a tarefa de apresentar a monografia dos 25 anos da Escola, enquanto João Luís Nogueira, Diretor da Escola, desafiava os finalistas a serem “os melhores embaixadores desta Escola que vos ensinou a ser bons profissionais e pessoas de qualidade”. O Director destacou os 74% de empregabilidade dos alunos desta escola a que acrescem mais 13% que decidiram prosseguir os estudos e elogiou os professores por darem corpo a uma escola que “é inclusiva, humanista, solidária e democrática” sem esquecer que “é competente e capaz de criar grupos de trabalho e apoiar os alunos nos momentos de desânimo”.

Antes da chegada do Secretário de Estado, houve ainda tempo para celebração de acordos de cooperação com a DST (que atribuirá bolsas de estudo que variam entre os 250 e os 450 euros mensais) e o Hotel Meliã de Braga.

Liliana Nogueira e Raquel Fernandes proporcionaram um momento musical interpretando “Nella fantasia”, seguindo-se os parabéns do Secretário de Estado da Educação à escola “por este caminho de muitas vidas que passaram por aqui, professores e alunos e a estes pela escolha que fizeram. É uma escolha muito inteligente”.

Em termos pedagógicos, João Costa sustentou que o Ensino Profissional está na frente e agora o ensino dito normal está a copiar algumas boas práticas. “Esta escola mostra que todos contamos neste país e ninguém fica para trás”, concluiu João Costa que recebeu uma estatueta de S. António, oferecida pela Câmara de Vila Verde.

Fotos

Últimas Atualizações