/
/
Jantar de Solidariedade “Promover o Voluntariado” em Amares

Jantar de Solidariedade “Promover o Voluntariado” em Amares

 

Comemorando o Dia Internacional do Voluntário, que se assinala a 5 de Dezembro, a Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), em parceria com a Câmara Municipal de Amares e o Instituto Português da Juventude organizaram um Jantar de Beneficência no Solar da Levada, em Amares.

O jantar foi confeccionado pelos alunos do Curso Técnico de Restauração – Cozinha da EPATV e servido pelos alunos do Curso Técnico de Restauração – Restaurante\Bar, também da escola. O evento contou, ainda, com várias actuações da Academia de Dança “Alunos de Apolo”, que animaram e abrilhantaram ainda mais o acontecimento.

Durante a noite, foram também sorteados diversos prémios, oferecidos pelo comércio local Amarense, que generosamente se associou a esta causa tão nobre.

As receitas da iniciativa reverteram a favor da VALORIZA – Associação de Desenvolvimento Local, recentemente criada, de cariz eminentemente social, que se propõem dinamizar o concelho em áreas como o emprego, a saúde ou o apoio às pessoas portadoras de deficiência.

Nas suas intervenções, o Director-Geral da EPATV, João Luís Nogueira, o Director Regional do IPJ, Vítor Dias, e o Presidente da Câmara de Amares, José Barbosa, foram unânimes no reconhecimento da importância das actividades de Voluntariado no contexto social em que vivemos. O Voluntariado é um exercício de desprendimento e altruísmo, que não encontra na remuneração a compensação do esforço, mas na satisfação de oferecer ao próximo novas experiências e oportunidades. Esta actividade em benefício do próximo, que fortalece o sentido de solidariedade e de responsabilidade social, foi por todos enaltecida.

O jantar contou, ainda, com a presença do Presidente da Câmara de Terras de Bouro, António Cracel, do Eurodeputado José Manuel Fernandes, dos vereadores da Câmara Municipal de Amares e Vila Verde, Emanuel Magalhães, Sara Leite e Júlia Fernandes, respectivamente.

A notável adesão da sociedade civil a este evento é prova de que as causas sociais são um desígnio de todos e de que, em contextos adversos, e sempre que as causas são nobres, os Amarenses não deixam de prestar o seu contributo.

Últimas Atualizações