/
/
EPATV da delegação de Amares, conquista 2º lugar no Projeto “ Roupas usadas, não estão acabadas” – Eco-Escolas

EPATV da delegação de Amares, conquista 2º lugar no Projeto “ Roupas usadas, não estão acabadas” – Eco-Escolas

EPATV da delegação de Amares, conquista 2º lugar no Projeto “ Roupas usadas, não estão acabadas” – Eco-Escolas

Vivemos a era da massificação e industrialização dos bens de consumo. Benefícios daí advêm, como o acesso a bens com preços mais em conta, mais acessíveis a um maior número de pessoas, mas rapidamente se assiste ao reverso da medalha: o acesso fácil gera mais desperdício também.

No que respeita à roupa em concreto, verifica-se um decréscimo brutal da reutilização e do reaproveitamento de tecidos de algumas peças para a confeção de outras, prática esta tão comum no tempo dos nossos pais e avó. Uma vez que é mais rápido e menos trabalhoso, compra-se novo, levando quase a que se considere a roupa “roupa descartável”.

Com vista à sensibilização e intervenção nesta área, a EPATV- Delegação de Amares participou no projeto “Roupas usadas não estão acabadas”, fruto de uma parceria entre a H. SARAH – Trading, Lda. e o Programa Eco-Escolas. O projeto visa (in)formar as crianças e jovens e através deles a população em geral acerca da importância do adequado encaminhamento de roupa e, ainda, calçado, brinquedos e material escolar para reutilização e reciclagem. São objetivos deste projeto:

  • (in)formar acerca da importância da reutilização e reciclagem de têxteis;
  • promover a reutilização de objetos fora de uso;
  • proporcionar à comunidade, através das Eco-Escolas, um ponto de deposição seletiva de roupa, calçado e brinquedos;
  • contribuir para o correto reencaminhamento dos materiais, segundo a hierarquia dos resíduos;
  • promover a interação entre a escola, a comunidade e instituições de solidariedade social.

O desafio proposto subdivida-se em duas partes: uma de recolha de roupas, calçado, brinquedos e material escolar – “Recolha com Estilo”; e outra criativa de conceção e confeção de uma peça de roupa a partir de um kit de restos de tecido fornecido pela H. SARAH – Trading, Lda – “Criar com Estilo”. Assumiu o comando deste projeto a turma do 1° ano do curso Técnico Auxiliar de Saúde.

De imediato, os participantes deram início a uma campanha de recolha dos bens supra referidos entre a comunidade para entregar a uma Instituição local de solidariedade social, a Associação de Fomento Amarense, que oportunamente a representante do projeto H. SARAH – Trading, Lda. encaminhará a famílias carenciadas do Concelho de Amares.

Posteriormente, iniciaram o processo criativo que deu origem à conceção de um casaco. Aqui, os alunos subdividiram o trabalho em duas fases. Na primeira fase, realizaram um brainstorming de ideias que gostariam de ver concretizadas e chegaram a um consenso final sobre a peça a executar: um casaco. Aquando da chegada do kit de tecidos, os alunos procederam a uma seleção de materiais, cores e texturas. Aqui, houve necessidade de fazer um reajuste do plano de trabalho inicial, uma vez que o kit era composto de pequenos retalhos de tecido. A partir destes, os alunos compuseram uma manta de retalhos que serviria de base ao corte das peças. Foram utilizados unicamente tecidos do kit, linhas, pontos decorativos e caricas para pequenos apontamentos de retrosaria.

Consideramos que os objetivos foram alcançados e que se conseguiu despertar nos alunos o gosto pela reutilização e transformação de roupas. Através das diferentes fases do projeto tiveram oportunidade de constatar que, a partir do que seria considerado lixo, podemos obter peças personalizadas e únicas, refletindo o gosto pessoal de cada um, sem necessidade de recorrer à compra de uma peça nova. Quem viu nascer de um conjunto de farrapos um casaco assim, só pode sentir orgulho. Podemos assim concluir que “roupas usadas, não estão acabadas” e dão origem a peças personalizadas.  

Fotos

Últimas Atualizações