/
/
ECO-CÓDIGO

ECO-CÓDIGO

No âmbito do Concurso Nacional do “Eco-Código” promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa, a docente coordenadora do Projeto Eco-Escolas, Maria Clara Sá e do conselho Eco-Escolas, em parceria com o docente da disciplina de Tecnologias da Informação e da Comunicação, José António Dantas, e da docente de Área de Integração, Lúcia Lopes, lançaram a todas as turmas dos primeiros anos, a realização de um cartaz “Eco-Código”, desenvolvendo-se as capacidades de um “Eco-Estudante” com vista à identificação de ações e práticas que permitam a melhoria do ambiente.

O presente cartaz “Eco-Código” contempla a imagem de uma marioneta, em forma de “diabinho”, que pode ser movimentada em função das frases alusivas aos temas base: água, resíduos e energia; mais três temas do ano – agricultura biológica, floresta e mar – atividades desenvolvidas no âmbito do Projeto Eco-Escolas.

Assim, após a sensibilização de toda a comunidade escolar para atitudes positivas a ter com o ambiente, consubstanciadas em visitas de estudo, na visualização de filmes e na realização de palestras, foi proposta a todas as turmas, dos primeiros anos, a apresentação de frases que identificassem um conjunto de atitudes e comportamentos conducentes à melhoria do ambiente na escola, em casa e na sua região, com vista à elaboração do cartaz do “Eco-Código”.

Terminada esta primeira fase de recolha de informação, resultaram muitas e criativas ideias, destacando-se o trabalho de quatro alunos pela sua originalidade ao associarem as suas frases a uma marioneta cujas linhas que permitem a movimentação do boneco correspondem às ações a implementar. A marioneta corresponde a um “diabinho” que podemos associar ao Homem que inevitavelmente tem ações que prejudicam o planeta, simbolicamente representadas pelas sombras associadas ao derreter do “diabinho”, devido às más práticas ambientais praticadas por todos nós. No entanto, se for orientado para a prática de boas ações (linhas da marioneta) pode conseguir um ambiente sustentável, promover a biodiversidade, evitar as alterações climáticas e contribuir para um planeta melhor, começando estas ações e práticas nos meios mais próximos de nós: casa, escola e região.

Sob a orientação do professor de TIC e do conselho Eco-Escolas, e após a elaboração de pesquisas, de alguns esboços e estudos, os alunos desenvolveram o presente cartaz em formato digital. Na imagem criada pelos alunos, o coração, do “Eco-Código”, simboliza a dedicação à Natureza com “Amor e Paixão”, tal como os vinte anos de entrega ao ensino por parte da EPATV, comemorado este ano letivo, contemplando sempre ações que orientem os nossos “eco-estudantes” para um planeta sustentável.

O “Eco-Código” está colocado à entrada da escola e o cartaz foi enviado para a revista TER (revista trimestral da Escola Profissional Amar Terra Verde) e colocado na página Web da escola, como forma de as mensagens se estenderem a toda a comunidade escolar e local.

IMG_6208

IMG_6208