A Escola Profissional Amar Terra Verde está situada num concelho com uma população residente da ordem dos 44.059 habitantes, dos quais cerca de 19.507 têm nível etário inferior a 30 anos de idade.
As actividades económicas dominantes no concelho são: a agricultura, o comércio, a pequena indústria e o turismo.
A Escola Profissional foi criada ao abrigo do D. L. nº 70/93, tendo como promotores as Câmaras Municipais de Vila Verde, Terras de Bouro e Amares.
Após a publicação 4/98 de 8 de Janeiro a Escola adoptou um novo regime jurídico para clarificar a sua relação com a entidade proprietária tendo-se formado a sociedade por quotas Escola Profissional Amar Terra Verde, Lda. É uma instituição de natureza privada com estatuto de utilidade pública e goza de autonomia pedagógica, administrativa e financeira.
Tem por objectivo proporcionar aos jovens da região uma formação profissional, adaptada às necessidades particulares do meio em que se insere.
Considerando que a formação profissional é um dos principais factores para assegurar a coesão económica e social da Comunidade Europeia e que a mobilidade geográfica depende principalmente da qualificação dos seus cidadãos, a Escola está empenhada em corresponder à finalidade que norteou a sua criação desenvolvendo as actividades de ensino e formação com rigor e qualidade.
Está também atenta às grandes orientações definidas nos programas comunitários e procura estabelecer colaboração com instituições congéneres europeias.
A Escola é uma comunidade constituída pela Direcção, Professores, Alunos, Pessoal Administrativo e Auxiliares de Educação. São também intervenientes no processo educativo: pais e encarregados de educação, representantes das associações culturais e recreativas e das associações sócio-económicas da região. São objectivos da Escola:
- Contribuir para a realização pessoal dos jovens, proporcionando, designadamente, a preparação para a vida activa.
- Proporcionar os mecanismos de aproximação entre a escola e o mundo do trabalho, nomeadamente, a planificação, realização e avaliação de estágios.
- Proporcionar uma formação integral e integrada dos jovens, qualificando-os para o exercício profissional e para o prosseguimento de estudos.
- Prestar serviços educativos à comunidade na base de uma troca e enriquecimento mútuos.
- Analisar necessidades de formação locais e regionais e proporcionar as respostas formativas adequadas.
- Contribuir para o desenvolvimento social, económico e cultural da comunidade.